Club Setubalense Sexta-feira  2005-03-11 21.30h

150 anos do Club Setubalense: Lançamento da Medalha Comemorativa

Palestra: Um olhar sobre a Cidade.


Oradores:
(representante do Club)     Eng.º Sá Nogueira ;
(representante de O Setubalense) Dr. João Carlos Fidalgo;
(representante dos Rotários) Arq. Frederico Nascimento .


No âmbito das comemorações dos 150 anos do Club Setubalense teve lugar   no dia 11 de Março, 6.ª feira, às 21h30, nas instalações do Club
  Setubalense, uma palestra subordinada ao tema: 150 anos do Club: um olhar   sobre  a  cidade,  com  a participação de três entidades setubalenses que
  estão  a  comemorar  aniversários:  o  Club  Setubalense  e  o  jornal  O   Setubalense,  que  perfazem,  em  2005, 150 anos de existência e o Rotary
  Club de Setúbal, que está a comemorar 61 anos de actividade.
  A  temática  das  intervenções  versará  sobre  temas ligados à cidade de   Setúbal  e  região  envolvente,  bem  como aspectos da vivências das três
  instituições ao longo da sua longa e exemplar actividade.
  A  palestra  terá  como  convidados  o  Eng.º  João  de  Sá  Nogueira, em   representação  do  Club Setubalense, o Dr. João Fidalgo, em representação
  do  jornal O Setubalense e o Arq.º Frederico Nascimento, que representará   o  Rotary  Club  de  Setúbal.  Será  moderador, o vice-presidente do Club
  Setubalense, Dr. Salvador Peres.
  No   decurso   deste  evento,  será  formalmente  apresentada  a  medalha   comemorativa  dos  150  anos  do  Club Setubalense, que foi inspirada num
  guache do pintor Nuno David.

150 Anos     http://www.osetubalense.pt/arquivo/14-3-2005/setubal/geral2.shtml
Club Setubalense assinalou aniversário

Inserida no programa comemorativo dos 150 anos do Club Setubalense foi realizada uma palestra que contou com a presença do jornal «O Setubalense» e do Rotary Club de Setúbal.

"150 anos do Clube Setubalense: um olhar sobre a cidade de Setúbal".
Este foi o mote da palestra que reuniu, na passada sexta-feira, três entidades da cidade que estão a comemorar aniversários, ou seja, o Clube Setubalense e o jornal «O Setubalense» que concretizam, em 2005, 150 anos e o Rotary Club de Setúbal que irá comemorar 61 anos de actividade.
Este evento, que juntou representantes de cada uma das entidades e que contou com a presença do presidente da autarquia, Carlos de Sousa, foi uma autêntica e interessante aula de história, onde se recordaram os principais momentos que marcaram a cidade sadina desde o século XIX.
João de Sá Nogueira, presidente da Assembleia Geral do Clube Setubalense, apresentou detalhes históricos pormenorizados do contexto em que surgiu o Clube fazendo-se valer de factos que atravessaram três séculos.
Sócio do Clube há quase 25 anos, João de Sá Nogueira considera que tem havido uma preocupação em "existir uma grande intervenção na vida social e cultural de Setúbal". Afirmou, ainda, que o Clube Setubalense pretende ser "um fórum de reflexão e intervenção de modo a dar um contributo para que a cidade e a região se possam desenvolver".
Também muito bem documentado com factos históricos, João Fidalgo, director do jornal «O Setubalense» contou, de uma forma minuciosa, a história desta publicação sublinhando que "é um velhinho de 150 anos mas sempre jovem e irreverente como as gentes da sua terra".
João Fidalgo não esqueceu a actualidade e levantou algumas interrogações relativamente a edifícios hoje abandonados como é o caso do Forte de Albarquel ou do Quartel do 11, sublinhando que tem de existir união de todos para que se encontrem soluções.
Por sua vez, Frederico Nascimento, do Rotary Club de Setúbal, optou pela apresentação de um filme onde mostrou o trabalho que o Rotary faz no mundo sob a máxima "actuar localmente mas pensar globalmente".
O presidente da autarquia, Carlos de Sousa legitimou a importância destas entidades salientando que "são três instituições muito importantes na cidade porque arrastaram dentro de si uma parte importante da história de Setúbal".
Neste evento, o Rotary Clube de Setúbal e o jornal «O Setubalense» foram presenteados com a medalha comemorativa dos 150 anos do Club Setubalense, inspirada num guache do pintor Nuno David

 

Voltar