Club Setubalense   [03-10 09h] Quinta-feira 10 Março 2011

Quinta-feira 10 Março pelas 21h30m o Club Setubalense , com entrada livre, realiza-se uma
TERTÚLIA DE CULTURA CIENTÍFICA onde estará presente o engenheiro Leocádio Costa
setubalense especialista no tema a ser debatido na Av. Luisa Todi 99 onde se falará da
CAPTAÇÃO DA ENERGIA DAS ONDAS NA COSTA PORTUGUESA.

Esta energia porque é oriunda de um recurso primário que existe em grande abundância em todo o país 
serve para reduzir a sistemática dependência energética do exterior.
Para estarmos na primeira fila da inovação existem grupos internacionais disponíveis para investir e testarem
as suas soluções para captação das energias das ondas, entre elas estão as empresas Oceanlinx, a Wavebob,
e a Martifer Energia, SA. Esta é uma tecnologia que está a dar os seus primeiros passos e vamos estar na linha
da frente dessa possibilidade de exploração. Quem está mais avançado na incorporação das novas tecnologias
corre riscos, mas tem enormes vantagens. A entrada é livre e faz-se pela Av. Luisa Todi 99 , sede do Club Setubalense.

 

10 Março 2011 21h30m Tertulia da Cultura Científica
Êxitos e fracassos na captura da energia do MAR

Leocádio Costa, eng. de Máquinas da Marinha Mercante, tem entre outras formações,
uma pós graduação em energias renováveis em edifícios. tem larga experiência de trabalhos de Mar,
tendo nos últimos nove anos participado em projectos de aproveitamento das ondas para
produção de electricidade. Designadamente projecto: - AWS - Pelamis - AW-Energy (projecto actual)
O porquê as ondas. Os desafios impostos pela necessidade de um desenvolvimento sustentado são
particularmente pertinentes no campo da energia. cada vez mais somos confrontados com a necessidade de
encontrar nas energias renováveis uma alternativa fiável às formas convencionais de produção de
electricidade. A directiva Europeia, derivada do protocolo de Quioto, reforçou a criação do mercado. Os Oceanos,
 contendo o maior de todos os recursos naturais, têm um potencial energético enorme que pode contribuir
de forma significativa para as crescentes necessidades de energia a nível global. A energia das ondas,
resulta do efeito do vento sobre a superfície dos Oceanos. Já todos observamos ou sentimos o efeito das ondas,
nomeadamente aqueles que em praias de forte ondulação na zona de rebentação foram atirados ao chão.
Este tipo de energia apresenta-se particularmente atractiva para ilhas ou países com grandes faixas costeiras, dos quais Portugal é um exemplo

 

  Voltar